Destaques do quarto e quinto dia do SPFW

Fashion Week

quarta-feira começou com o desfile de Reinaldo Lourenço.  O estilista viajou pelo mundo para buscar inspirações e criar a sua coleção de inverno 2016. Portugal, mais precisamente a cidade de Viana do Castelo foi o seu destino. Ele pegou o dia a dia das pessoas, o folclore e transformou em algo supercontemporâneo. Os looks portugueses deram início ao desfile, com a presença de muito preto, estampas inspiradas nos azulejos portugueses, com tons mais profundos em azuis, vermelhos e marfins. O shape traz momentos de saias rodadas mas a silhueta é slim, com saias midi, calças retas, belas camisas estampadas e jacquards inspirados nos azulejos em casacos e paletós de corte impecável.

Fashion Week Fashion Week

Outro destaque da quarta foi o desfile da estilista Helo Rocha. Ela buscou inspiração no lado místico do Brasil. Ela pegou o céu e a astrologia, com os quatro elementos e os signos do zodíaco. A coleção de inverno 2016 traz vestidos amplos, de rendas, com detalhes em couro e píton, deixando pele à mostra. O desfile começou com a modelo Dani Witt de preto e terminou com Aline Weber de branco. Ambas com transparências, tendência que tem ditado o tom nas passarelas do SPFW. Decotes profundos, recortes de renda e tecidos tecnológicos delineavam a silhueta feminina, também em peças verdes e bordô.

Fashion Week Fashion Week

Já na quinta-feira, Lethicia Bronstein mostrou a sua coleção para a Riachuelo. A coleção-cápsula da estilista especializada em rendas e queridinha das celebridades. As peças criadas por Lethicia trazem calças compridas, blusas, saias e vestidos, com a renda – sua marca registrada – como foco principal. Além das flores, estampas de animal print pontuam a coleção, que inclui também sandálias com plataforma.

Fashion Week Fashion Week

A estilista Lolita Hannud, da grife Lolitta, se inspirou na idade medieval para a coleção de inverno 2016, mas também pensou em mulheres guerreiras e poderosas. A ideia veio de uma viagem à Praga, onde a jovem estilista se aproximou dessa época histórica. Destaque, mais uma vez, para o preto, ao lado do cinza, prateado e dourado. Vestidos longos com fendas dividem a cena com versões bem curtinhas. Ponto para os looks com pantalonas de cintura alta, chics e sofisticados. Dentro da inspiração, o destaque fica para as peças que lembram malhas de metal, tanto prateadas quanto douradas.

Fashion Week Fashion Week

Oskar Metsavaht viajou para a Grécia e trouxe de lá a ideia de falar sobre a origem das Olimpíadas. Como gancho, o estilista aproveitou as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro para mostrar coleção da OSKLEN. O tema? Esporte. As roupas, que estarão nas araras no período das Olímpiadas do Rio de Janeiro, tem como destaque os tops que lembram os maiôs dos ginastas olímpicos, shapes menos estruturados e mais orgânicos. Vão aparecer também os tecidos como crepe de seda ou veludo que fazem lembrar os judocas. Os ramos de louro primeiro vêm como bordados dourados, depois viram prints e coroas na série final, que representa a vitória, com a simbologia do uso da coroa de ramos de louro, vinda da mitologia grega e adotada como premiação nas Olimpíadas da Grécia antiga.

Fashion Week Fashion Week

 

Beijos,

Marília!

Postado por

Deixe uma resposta