O que é a ACRILAMIDA e por que tem sido tão falada?

Acrimalida Alimentos

 

Você gosta de carne bem passada, aquele bife mais escurinho? Ou você ama aquele pão na chapa bem queimadinho? E aquelas batatas fritas de pacote, ótimas para assistir um jogo domingo a tarde? E as bolachas, tão práticas para um lanchinho da manhã ou tarde? Ou mesmo o churrasco, item essencial no fim de semana de muitos brasileiros?

Se você se identificou com algum item acima, você está ingerindo uma substância chamada ACRILAMIDA.

A Acrilamida é produzida por meio da reação entre açúcares e aminoácidos presentes em alimentos que são submetidos a altas temperaturas (acima de 120º).

E quais são os principais efeitos dessa substância? Alterações neurológicas (neurotóxicas) e tumores (principalmente na região ocular e nas mamas).

E  o que podemos fazer para evitar a nossa exposição?

– Evite cozinhar demais os alimentos (evite seu escurecimento).

– Reduza a ingestão de frituras e alimentos industrializados.

– Prefira o cozimento a vapor.

Não se sabe o limite de segurança para ingestão desse tipo de substância, por isso, todo cuidado é pouco. A Acrilamida vem sendo muito falada ultimamente porque os hábitos alimentares mudaram drasticamente, e uma substância que até então era raramente consumida, tornou-se frequente.

O objetivo aqui não é incitar o terrorismo nutricional, mas enfatizar que o alimento in natura deve ser sempre sua primeira opção.

Nutricionista Carolina Horcajo Agostinetti CRN3:37.853

www.facebook.com/HolosMedicinaIntegral

www.instagram.com/nutricarolina.horcajo

Postado por

Deixe uma resposta